Associados do Sindtur acatam decreto

O Sindtur Serra Gaúcha se manifestou aos prefeitos de Gramado, Fedoca Bertolucci, e de Canela, Constantino Orsolin, através de ofícios, informando a decisão da entidade em sugerir a não reabertura dos empreendimentos que representa do setor hoteleiro, gastronomia e parques da Região. A decisão foi tomada pela maioria com base na consulta aos associados que entenderam que o decreto do Estado e Município deve ser acatado pois “não basta para o setor do turismo o mero desejo de exercer a sua atividade, é necessário que haja interesse do turista em se movimentar”. A entidade entende que os empreendimentos de aluguel por temporada devem seguir o exemplo, cumprir o Decreto, e evitar locações neste período de confinamento. Confira o teor dos ofícios enviados para os dois prefeitos: Em razão das últimas manifestações das entidades empresariais que alertam para a gravidade dos problemas econômicos que podem advir da manutenção por tempo indeterminado do lockdown decretado pelos governos estadual e municipais e em razão de questionamento direcionado pela Administração Pública dos municípios de Canela e Gramado exigindo o posicionamento desta entidade em relação à revogação ou abrandamento dos decretos na parte em que proíbe o exercício da atividade econômica, o SINDTUR SERRA GAÚCHA vem a público manifestar-se nos termos abaixo: Constitui-se em prerrogativa exclusiva do estado e dos municípios, em tempos de calamidade pública como o que estamos vivendo em razão da pandemia do Covid-10, a adoção das medidas necessárias para combater a crise, lembrando que as medidas devem ser embasadas em critérios técnicos e pelas diretrizes emanadas pelos órgãos responsáveis pelas políticas públicas relacionadas à saúde. Ocorre que tão importante quanto os critérios acima referidos, as medidas devem ser tornadas públicas com a maior clareza possível para que todos tenham condições adequadas para bem compreender a extensão do esforço a ser realizado para superar o momento, vale dizer que a comunicação deveria ser realizada não apenas com vistas a se estabelecer a quarentena, mas especialmente quanto tempo esta deveria durar tendo em conta o seu objetivo de achatar a curva de contágio do vírus. Além disso, o sindicato ressalta que não é difícil entender porque o setor do turismo é um dos mais afetados, senão o mais afetado por toda esta crise, na medida em que é dependente da conjugação positiva de diversos fatores como aquecimento econômico, previsibilidade, segurança e outros, e estas variáveis não se encontram presentes nos dias de hoje. Não basta, portanto, para o setor do turismo, o mero desejo de exercer a sua atividade, é necessário que haja interesse do turista em se movimentar, em conhecer novos destinos ou retornar para aqueles já consagrados como é o caso dos destinos da nossa região, interesse que neste momento atual certamente inexiste, seja em razão da pandemia, pela falta de disponibilidade dos modais de transporte, ou mesmo pelo fato de que os empreendimentos e atrativos turísticos estão impossibilitados de operar. Foi a partir deste cenário que o SINTUR SERRA GAÚCHA consultou os seus associados especificamente se era oportuna a reabertura das atividades a partir de 4 de abril de 2020 para Canela e 6 de abril de 2020 para Gramado, tendo obtido a informação pela maioria de que não será, ainda, o momento do restabelecimento das atividades, seja em razão da preocupação de que ainda estamos em momento de combater a pandemia e que todos os esforços necessários ainda devem ser realizados para cumprir com tal desiderato, ou seja porque se entende que a mera determinação ou autorização para abertura não resolverá o problema imediato das empresas, pois o reaquecimento do setor do turismo ainda tardará a acontecer. Existe, ainda, a preocupação em salvaguardar o nome dos municípios como destinos turísticos seguros, de forma que não se pode cogitar de que número alarmante de casos sejam confirmados na região, o que poderia ocorrer se o fluxo turístico estivesse mantido sem a tomada de qualquer medida de segurança. A entidade deixa claro, entretanto, que se faz necessário o estabelecimento de estratégia que tenha por objetivo possibilitar a retomada gradativa das demais atividades econômicas e, no particular, oferece o seu apoio às demandas apresentadas pelas demais entidades que representam outros setores econômicos. Em relação especificamente às atividades econômicas representadas pelo SINDTUR SERRA GAÚCHA, reservamo-nos o direito de emitir novas considerações e posicionamentos e aguardamos oportunidade de fazê-lo oportunamente na medida em que os acontecimentos forem se sucedendo, mas já esclarece que o fará após o período da Páscoa. Para finalizar, o sindicato lembra que já desde o inicio deste processo demonstrou a sua preocupação com a tomada de medidas de caráter econômico que tenham por objetivo auxiliar as empresas a superarem este momento difícil, mas lastima que até o presente momento os poderes públicos municipais dos municípios da região de abrangência do sindicato ainda não tenham sinalizado com qualquer dar medidas que foram solicitadas. Com os melhores cumprimentos, Mauro Salles Presidente SindTur Serra Gaúcha Foto – Presidente do Sindtur Mauro Salles – Crédito – Gerson Sorgetz Fonte:https://www.blogdogerson.com.br/2020/04/07/associados-do-sindtur-acatam-decreto-e-exigem-do-poder-publico-que-aluguel-de-temporada-tambem-cumpra/?fbclid=IwAR2REXthvvozgkour-zmHPwWcQC6PWz3KyZDGQSuICmW28NzRPRotkTNCVY

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Continue lendo...

Sem categoria

Bolsa de Qualificação Profissional

Através do Termo Aditivo elaborado pelo Sindtur com os sindicatos laborais é possível suspender os colaboradores de suas empresas para a Bolsa de Qualificação Profissional.

LEIA MAIS »
Canela

CONTUR HORTENSIAS

Em uma noite especial do dia 18 de agosto de 2021 CONTUR Hortênsias elege sua diretoria executiva. Um marco na história do turismo da Região

LEIA MAIS »